Como tratar e prevenir a tendinite nos ombros?


Considerado muito complexo, o ombro é a articulação do corpo humano que apresenta maior amplitude dos movimentos. Nesse sentido, para que ele possa realizar toda a movimentação necessária sem causar dor, é preciso que seus mecanismos de locomoção estejam estabilizados. Isso significa que, quando alguma parte da articulação dos ombros está comprometida, o movimento acaba resultando dores fortes. 

 

Por que sinto dores nos ombros?
As causas da falta de estabilidade do ombro são variadas, desde esforços repetitivos, traumatismo, luxações até infecções, artrites, tendinites agudas, crônicas ou degenerativas. Os sintomas variam de acordo com a causa. Veja algumas:

- Síndrome do impacto

- Ruptura do manguito rotador

- Tendinite bicipital

- Tendinite calcárea

- Capsulite adesiva

- Luxações

- Fraturas

 

A causa mais comum de dores nos ombros são as consequências dos movimentos repetitivos, as chamadas periartrites de ombro. Esse problema consiste na inflamação dos tecidos ao redor da articulação, que causam dores intensas que se agravam à noite ou com repouso e apresentam limitações dos movimentos simples como pentear os cabelos, levantar os braços, cozinhar, entre outros.


As dores podem ser locais ou podem irradiar para o braço, cotovelo, dedos ou para o pescoço. Conforme o problema evolui, transtornos funcionais mais graves poderão ocorrer, afetando os membros superiores, além de evoluir para degeneração articular (artroses), aderências e calcificações.

 

Como tratar a tendinite nos ombros?
A acupuntura vem se mostrando, cada vez mais, um tratamento alternativo e eficaz contra dores em geral, principalmente as relacionadas às articulações do corpo. Isso porque,

A introdução da agulha na camada mais externa da pele impulsiona as terminações nervosas existentes no local e nos tecidos. Esses estímulos geram mensagens que seguem pelos nervos periféricos até chegar ao sistema nervoso central, cérebro e medula.

A partir disso, ocorre a liberação de várias substâncias químicas, conhecidas como neurotransmissores, que provocam uma série de efeitos como analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular.

Vale ressaltar, ainda, que os resultados da acupuntura vão além dos cuidados locais, uma vez que ela atua no emocional do indivíduo, melhorando distúrbios como ansiedade, depressão e insônia.

 

Veja mais: 

ACUPUNTURA AJUDA A MELHORAR A DOR?

IMUNOTERAPIA ATIVADA

AFINAL, PODE OU NÃO PODE FAZER ACUPUNTURA DURANTE A GRAVIDEZ?