Acupuntura: Longevidade com saúde


 

Há séculos a medicina tradicional chinesa preocupa-se com o envelhecimento. Segundo o  principal tratado de Medicina Tradicional Chinesa escrito há cerca de 2500 anos, o homem começa a envelhecer gradualmente a partir dos 40 anos.

Para manter a saúde, é recomendado um modo de vida constante e regular com quantidades adequadas de trabalho e repouso, evitar excessos de qualquer espécie, praticar exercícios adequados à constituição física do corpo, manter o espírito calmo e atitude positiva perante a vida, e estar atento e procurar adaptar-se às mudanças climáticas. Seguindo estes preceitos milenares e atuais o indivíduo preveniria doenças, fortaleceria o organismo e poderia chegar até aos 100 anos.


Longevidade com saúde é o que todos nós queremos e a acupuntura têm muito a proporcionar à terceira idade. Entre seus benefícios: auxilia na diminuição da dor, melhora a capacidade funcional aumentando o fluxo e absorção de oxigênio pelo organismo, o que resulta no equilíbrio do sono e do humor, aumento da imunidade e estimulo nas áreas de coordenação motora. Além de resultados bastante satisfatórios em doenças neurológicas e no enfrentamento das doenças reumato-ortopédicas onde a acupuntura age nas células ósseas, aumentando a deposição de cálcio, gerando maior rigidez e proteção aos impactos externos, e a aceleração do metabolismo movimenta substâncias importantes para a nutrição dos tendões, músculos e lubrificação de articulações.


Fonte: http://vivianeperoni.blogspot.com.br/
 
 
Veja também:
Acupuntura como tratamento para problemas emocionais
10 alimentos que fazem bem para a pele
O que é a medicina preventiva?
Acupuntura para diminuir a ansiedade
Tratar a obesidade através da prática ortomolecular